Heidegger e McLuhan

Em “A Questão da Técnica” (1954) Martin Heidegger busca compreender a essência da técnica colocando-a em dois momentos, a técnica tradicional (Pré I Revolução Industrial) e a técnica moderna (Pós I Revolução Industrial). Aplicando o uso da técnica na natureza, Heidegger evidencia o que mudou de uma para outra. No primeiro momento o homem utiliza da natureza para criar novos recursos, como exemplo o Moinho de vento. No segundo momento, o homem passa de produtor para explorador, e o foco principal está no armazenamento dos recursos naturais, como no caso das hidroelétricas.

Para Heidegger, a essência da técnica trabalha em dois movimentos, o de ocultamento e desocultamento. O desocultamento para ele se dá em um processo de deixar-ver a essência, de emergir o que já existia mas estava oculto. Na técnica tradicional esse revelar-se ocorre pela poesis e na técnica moderna pela Gestell – processo de ordenamento que se auto-regula.

A Gestell ordena a tecnologia moderna nos seguintes passos: seleciona, captura, armazena e distribui os recursos da natureza. Esse processo além de ordenar o mundo ele permite que a tecnologia moderna revele sua essência. Paralelo a esse pensamento, McLuhan desenvolveu  as tétrades de efeitos midiais (1988). Nas tétrades o movimento da tecnologia se dá na seguinte ordem: aperfeiçoar, obsolescer, recuperar e reverter. Observa-se que na tétrade o movimento de ocultamento e desocultamento está presente nos passos de obsolescer e recuperar, pois questiona-se da tecnologia o que torna obsoleto ou fica em desuso e o que recupera que antes estava obsoleto. E como em um processo de auto-regulamentação a pergunta no passo da reversão é: em que se transforma essa tecnologia quando é levada ao extremo? Veja o exemplo da tétrade abaixo.

tetrade

1. Acentuar: o que é potencializado ou intensificado?
2. Tornar obsoleto: o que torna obsoleto ou fica em desuso?
3. Recuperar: o que recupera que antes estava obsoleto?
4. Reverter: em que se transforma quando é levado ao extremo?

Interessante perceber que a técnica em Heidegger quando aplicada nas Tétrades de Efeitos Midias de McLuhan torna mais clara, pois é possível verificar o resultado das transformações que a tecnologia sofre nesse movimento de ocultar e mostrar e no que se reverte quando estocada até o limite.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s