A crise da autoria

Questão 8: Explique as mudanças ocorridas com a arte tecnológica no que diz respeito ao papel desempenhado pelo autor na criação artística.

No texto “Máquina e Imaginário” (Arlindo Machado, 2001), entre as páginas 33 e 44, o autor levanta o debate sobre a autoria no processo de criação artística por meio de computadores e máquinas. Com base no texto é possível verificar que a questão é muito mais ampla do que se imagina e que, talvez, o artista – como modalidade singular na criação – esteja em extinção.

Com a chegada das máquinas na esfera artística questões até então desconhecidas são levantadas, tais como: a quem atribuir a autoria de uma fotografia? Ao engenheiro da câmera, ao químico que revelou ou ao sujeito que registrou o momento? E no cinema? A quem conceber o título? Ao figurinista, ao produtor, ao roteirista ou ao diretor?

O autor argumenta que com as máquinas cada vez mais “inteligentes”, muitas vezes o artista se torna mero “apertador de botões”, o que diminui a qualidade da arte, pois essa nasce do improviso, do momento, da criatividade do artista. Por “apertador”, ele estaria somente seguindo as programações da máquina sem nada criar.  Por outro lado, quando consegue-se burlar essa lógica e utilizar a máquina de maneira diferente para a qual ela foi programada, mais próximo da verdadeira arte se chega, pois consegue alcançar o improviso.

A questão principal que se coloca não é saber se o artista diante das tecnologias se torna mais ou menos livre e criativo, mas se ele é capaz de se refazer diante desse novo modelo de produção. Daí surge um novo modo de criar, o modo colaborativo. No processo de criação está envolvido o engenheiro de software, o artista, e no caso dos games, o usuário final – pois é de suma importância que a utilização por parte dele complete a arte.

Não há problema algum considerar “artístico” o trabalho de cada um imerso no processo, desde que esses saiam do modo operacional e contribuam criativamente com a arte. “Longe de promover o contato frio com uma ferramenta remota, o computador coloca a arte numa prática social de uma extensão nunca antes experimentada.” (Bret, 1988:5)

Obras do artista Andreas Müller-Pohle

athens_muller-pohle_470      Obras do artista Andreas Müller-Pohle

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s