As máquinas cerebrais [Questão 10]

Qual é o salto quântico que se efetua com a passagem das tecnologias electroeletrônicas, pré-era digital, para as tecnologias teleinformáticas da era digital?

No capítulo “Panorama da Arte Tecnológica”, que integra o livro “Culturas e artes do pós-humano – Da cultura das mídias à cibercultura” (2003), Lúcia Santaella afirma que a Revolução Digital, juntamente com a expansão das telecomunicações, causará consequências mais profundas do que foram as da Revolução Industrial e da Revolução Eletrônica. A autora pontua que a capacidade de converter qualquer linguagem em uma sequência binária causará mudanças antropológicas e socioculturais nunca antes vistas. Segundo Santaella (2003, p.175-176), “Enquanto as anteriores tecnologias de linguagem, inauguradas pela fotografia e em seguida pelo telefone, cinema, rádio, vídeo e mesmo holografia, haviam introjetado conhecimentos científicos de habilidades técnicas, num passo além, as cibertecnologias introjetam conhecimentos científicos de habilidades mentais”

Santaella

Neste sentido, podemos afirmar que o salto quântico destacado pela autora se refere a transição das máquinas sensórias – reativas a estímulos –  para as maquinas cerebrais – envolvendo novos territórios da sensorialidade e da sensibilidade.

Santaella 2

É neste contexto que emerge o conceito de ciberarte, “[…] uma arte mediada pelo computador que requer a participação ativa dos observadores para se realizar” (SANTAELLA, 2003, p. 175). A arte interativa permite a criação de ecossistemas de interação, colaboração e imersão do sujeito, além abranger a complexidade da semio e tecnodiversidade.

A ciberinstalação I’Mito: Zapping Zone de Diana Domingues, realizada em 2004, exemplifica o conceito de máquina cerebral de Santella (2003). A obra híbrida – que mistura banco de dados, algoritmos genéticos e inteligência artificial – só se completa efetivamente com a participação e a interação do público.

Referências:

SANTOS, Nara Cristina. I’Mito Zapping Zone: uma abordagem sobre a obra de Diana Domingues. Disponível em: <http://goo.gl/IV8DQN&gt;. Acesso em: 13 set. 2015.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s