O cinema visto como um corpo: Dubois, Birdman e uma passagem que nunca é feita.

A reflexão proposta por Phillipe Dubois na obra “Cinema, Vídeo, Godard”, apresentada também por Arlindo Machado, traça uma interessante reflexão sobre o panorama do cinema e algumas transformações que o atingem.

A partir de um resgate da história do cinema e do vídeo, Dubois nos leva a questionar como alguns aspectos associados às tecnologias de informação e comunicação acabam modificando o papel do cinema.

Pode-se dizer que o cinema deixou de ser uma arte apenas restrita à contemplação. Na atualidade o telespectador atinge uma postura mais ativa, já que lhe é oferecido também uma gama de mecanismos para entender melhor a história. Com isso o mesmo passa a participar mais do contexto de significação dos produtos cinematográficos.

Um ponto bem peculiar da visão de Dubois é quando traz a ideia de que o filme (o cinema) é como nosso corpo, tendo duas faces. Uma, segundo o autor, seria o filme montado, pronto, que acaba sendo elevado a um estado superior. A outra, seria o filme decaído. Daí Dubois indica que, justamente por não haver um olhar possível que junte essas duas visões, residiria o impossível do dispositivo cinematográfico. Para exemplificar, o autor aponta para os filmes que tentam mostrar o cinema sendo feito, alegando que tal tarefa nunca consegue se cumprir em vista de que nosso olhar não consegue transpor essa diferença entre as duas faces do cinema. A produção vencedora de alguns Oscars, Birdman, se encaixaria na premissa de Dubois, já que flerta com a metalinguagem em vários momentos e segundo o autor, seria apenas mais uma tentativa de se realizar a passagem entre as duas faces do cinema, passagem essa que nunca é concretizada.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s